Leads x Mailing

Pode até chamar de mailing… mas é mil vezes melhor (essa é uma lead). Em poucas palavras, essa é a explicação.

Mas como a gente gosta de complicar, vamos explicar do jeito longo também: mailing tradicional, normalmente, é sinônimo de e-mails ruins. Raramente encontra-se um mailing que inclua com nomes e telefones. Mais raro ainda é achar um mailing com dados validados/confiáveis. É uma prática que começou lá nos anos 90 e que se arrastou no mundo dos negócios até hoje. Um verdadeiro exemplo de sobrevivência!

Um lead, por sua vez, no universo da prospecção comercial, trás mais informações relevantes ao prospecto em questão. Não existem regras à respeito do que uma lead deve conter. No nosso caso as informações disponíveis são o que faz a empresa, onde ela está, qual o porte dela, o que come (essa última parte é brincadeira). Inclui também informações dos responsáveis pela empresa (administradores e sócios), links de perfis em redes sociais, e até gestores as vezes (também chamados carinhosamente de decisores), assim como as suas áreas de atuação. Um verdadeiro banquete pra quem está prospectando novos clientes.

Por um lado o mailing exige que o time de vendas trabalhe um monte pra buscar e organizar informações à respeito de quem está sendo prospectado. Por outro lado, essas informações já vem processadas e o time de vendas pode focar efetivamente em vender.

Na Speedio, nós temos uma plataforma onde você encontrará dados de quase todas as empresas do Brasil. Tais empresas poderão ser encontradas por mais de 60 filtros pra determinar o perfil da lead que você está buscando.

E digo mais! Podemos inclusive clonar seus melhores clientes e encontrar potenciais negócios com extrema semelhança, para que você feche os melhores negócios com os melhores clientes. Mas este é assunto para o próximo post.